Postado porInstituto IAB

Edital de Contratação do Projeto Brasil Afroempreendedor

Lista dos Classificados

Projeto Brasil AfroempreendedorÉ com satisfação que anunciamos os classificados do Processo de Seleção de Contratação dos Consultores Estaduais do PROJETO BRASIL AFROEMPREENDEDOR.

Aproveitamos a oportunidade para agradecer a todas as pessoas que de alguma forma nos ajudaram neste processo. Chegamos a mais de 100 mil pessoas e tivemos mais de 2000 mil acessos qualificados. Recebemos mais de 70 currículos de excelente qualidade e, depois de um processo longo, democrático e transparente, chegamos a três (3) candidatos em cada estado, dos quais obtivemos estes finalistas.

Continue lendo

Década Internacional de Afrodescendentes é aprovada na Assembleia Geral da ONU

Década Internacional de Afrodescendentes é aprovada na Assembleia Geral da ONU

Com o tema “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, a Década será celebrada de 2015 a 2024 com o objetivo de reforçar o combate ao preconceito, à intolerância, à xenofobia e ao racismo

Aumentar a conscientização das sociedades no mundo quanto ao combate do preconceito, da intolerância, da xenofobia e do racismo. Este é o objetivo da Década Internacional dos Afrodescendentes, criada por resolução da Assembleia Geral da ONU no dia 23 de dezembro último. Com o tema “Afrodescendentes: reconhecimento, justiça e desenvolvimento”, a Década será celebrada de 1º de janeiro de 2015 a 31 de dezembro de 2024.

A abertura oficial do decênio ocorrerá entre setembro e dezembro deste ano, logo após o debate geral da sexagésima nona sessão da Assembleia Geral da ONU – Organização das Nações Unidas. Instituída, a Década dos Afrodescendentes deverá impulsionar a Declaração e o Programa de Ação da Conferência Mundial contra o Racismo, a Discriminação Racial, a Xenofobia e Intolerância Correlata, ocorrida em Durban, África do Sul, em 2001.

Enfatizando a resolução da ONU que proclamou 2011 como o Ano Internacional dos Afrodescendentes, o documento que cria a Década destaca que apesar de muitos esforços pelo mundo, “milhões de seres humanos continuam a ser vítimas do racismo, da discriminação racial, da xenofobia e da intolerância relacionada, inclusive suas manifestações contemporâneas, algumas das quais tomam formas violentas”.

O documento reitera também que todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e direitos e têm a capacidade de contribuir de forma construtiva para o desenvolvimento e bem-estar da sociedade.

Brasil – No Brasil, as ações do decênio serão desenvolvidas sob a coordenação da Secretaria de Políticas de Promoção da Igualdade Racial da Presidência da República, a SEPPIR-PR, e do Ministério das Relações (MRE). Durante as negociações pela instalação da Década nas Nações Unidas, a representação brasileira ressaltou que o país tem o maior número de pessoas de ascendência africana fora do continente, mas continua a enfrentar o racismo e a intolerância herdada de seu passado colonial.

No 20 de novembro do ano passado, Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, o Centro de Informação das Nações Unidas para o Brasil (UNIC Rio) e parceiros promoveram o show “Encontro das Áfricas”, no Rio de Janeiro. O evento contou com a participação da ministra Luiza Bairros (Igualdade Racial), de artistas brasileiros e estrangeiros que sintetizaram as diferentes culturas africanas com apresentações que foram dos tambores à música eletrônica. A iniciativa foi realizada em apoio à então campanha para que os Estados-membros da ONU aprovassem a Década dos Afrodescendentes.

Diálogo Nacional: Marco Regulatório do Pré Sal

É possível com o pré-sal gerar riquezas e distribuir renda com equidade de gênero e raça?

Estas e outras perguntas foram debatidas no Diálogo Nacional sobre o Marco Regulatório do Pré Sal, realizado em Curitiba no 09/10/2009 com a iniciativa do Instituto Adolpho Bauer em parceria com a Associação Nacional de Empresários e Empreendedores Afrobrasileires – ANCEABRA, com o objetivo de debater a geração e distribuição de riquezas e renda e a promoção da igualdade de gênero e raça na exploração do petróleo do pré-sal.

O Colóquio Nacional do Pré-Sal reuniu à mesa de debates gestores públicos, estudiosos, pesquisadores e militantes das questões raciais, sociais e de gênero comprometidos com a igualdade e a luta anti-racista, além de representantes de áreas estratégicas de desenvolvimento tecnológico e dos direitos humanos.

DESENVOLVIMENTO E EMPREENDEDORISMO AFRO-BRASILEIRO

Livro: Desenvolvimento e Empreendedorismo Afro-Brasileiro

Um importante instrumento na profunda mudança da realidade brasileira

A equipe do Projeto Brasil Afroempreendedor tem a satisfação de comunicar para todas as pessoas dedicadas à promoção da igualdade racial no Brasil o lançamento virtual do livro Desenvolvimento e Empreendedorismo Afro-brasileiro. Esta é mais uma ação do projeto que visa a contribuir para o fortalecimento dos empreendimentos afro-brasileiros no País. O livro apresenta artigos de especialistas em empreendedorismo, desenvolvimento e na questão racial e servirá para instrumentalizar os 1,2 mil empreendedores que participarão das iniciativas de capacitação desenvolvidas pelo projeto a partir de fevereiro de 2014.

 

Revista Sustenta Brasil – Edição 04

Já está no ar o número 4 da Revista Sustenta Brasil, publicação do Instituto Adolpho Bauer (IAB) que nesta edição enfoca a importância do empreendedorismo afro-brasileiro para o desenvolvimento do Brasil. O IAB é um dos coordenadores do Projeto Brasil Afroempreendedor, juntamente com o Coletivo de Empresários e Empreendedores Afro-brasileiros de São Paulo (CEABRA/SP), em parceria com o SEBRAE Nacional. A publicação é uma das contribuições do IAB ao projeto.

Empreendedorismo afro-brasileiro é o destaque da Sustenta Brasil 4

[vc_row el_position=”first”] [vc_column] [vc_column_text el_position=”first last”]

Já está no ar o número 4 da Revista Sustenta Brasil, publicação do Instituto Adolpho Bauer (IAB) que nesta edição enfoca a importância do empreendedorismo afro-brasileiro para o desenvolvimento do Brasil. O IAB é um dos coordenadores do Projeto Brasil Afroempreendedor, juntamente com o Coletivo de Empresários e Empreendedores Afro-brasileiros de São Paulo (CEABRA/SP), em parceria com o SEBRAE Nacional. A publicação é uma das contribuições do IAB ao projeto. Neste primeiro momento, a revista poderá ser lida virtualmente. A partir de fevereiro de 2014, a versão impressa estará disponível para os interessados.

Continue lendo

Formação de negros e indígenas prevê oferta de bolsas nos EUA

A cooperação internacional destinada a implementar o Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento foi tema de debates no dia 29 de agosto, no Ministério da Educação, em Brasília. Parte das bolsas de estudo previstas no acordo de cooperação será oferecida pelo programa Ciência sem Fronteiras.

Participaram do encontro representantes da Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (Secadi) do MEC, das Universidades e Instituições Comunitárias de Ensino Superior Historicamente Negras (HBCUs) dos Estados Unidos e do Movimento Negro brasileiro.

Continue lendo

Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres

Nós convidamos você a se juntar a nós na organização nacional e local de “eventos laranja” entre 25 de novembro e 10 de dezembro, criando uma visão simbólica de um futuro brilhante e positivo, em que o mundo é livre da violência contra as mulheres e meninas.

Pinte o mundo de laranja conosco por meio de iniciativas criativas e visíveis como: projetar luzes de cor laranja em monumentos de sua cidade, organizar paradas ou desfiles laranja, “alaranjar” os eventos esportivos das escolas, amarrar fitas laranja onde quer que seja permitido, colocar balões laranja em sua sala de reuniões ou soltá-los em um evento em um parque, decorar de laranja os transportes públicos das cidades ou os centros de vilas e aldeias.

Mostre sua iniciativa a seus familiares, amigos e parceiros e convide-os a participar. Aproveite para aumentar a sensibilização e a atenção do mundo em relação à pandemia global da violência contra as mulheres e meninas e apresentar soluções para por fim a esta triste realidade.

JUNTE-SE A NÓS NESTA INICIATIVA E PINTE O MUNDO DE LARANJA!

[mlw_quizmaster quiz=1]

Quilombo Kalunga, em Goiás, é maior território remanescente quilombola do país

Suspensão do feriado de 20 de novembro gera polêmica em Curitiba

Projeto sobre feriado da Consciência Negra foi suspenso pelo TJ-PR. Medida que determina a suspensão ainda cabe recurso, segundo o TJ.

O que é o feriado

O feriado da Consciência Negra remete à data da morte de Zumbi dos Palmares, que participou da luta de negros escravos que fugiram dos senhores e se refugiaram no quilombo montado por ele. Por ter sido morto, a história de Zumbi acabou se tornando símbolo da luta dos afrodescendentes pela abolição da escravatura no Brasil. A data é lembrada em todo o país, mas só é feriado em algumas cidades.

Continue lendo

20 de novembro – Dia da Consciência Negra

O Dia Nacional da Consciência Negra é celebrado em 20 de novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. A semana dentro da qual está esse dia recebe o nome de Semana da Consciência Negra.

A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. O Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar da resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte de africanos para o solo brasileiro (1549).

Continue lendo

Novembro Negro

Novembro Negro: Africa e afrodescendentes se reunirão na Bahia

O “Encontro África com a Diáspora Africana: Oportunidades para o desenvolvimento do Continente”, que terá lugar do 21 ao 23 de novembro próximo, na Costa do Sauípe, Bahia, debaterá políticas públicas para estimular a economia criativa e o desenvolvimento sustentável e discutir as possibilidades das linhas de financiamento da Diáspora para o continente africano.

Continue lendo

RESUMEN DE LA II CUMBRE IBEROAMERICANA DE AGENDAS LOCALES DE GÉNERO

Resumo do II Cumbre Ibero-Americano de Agendas Locais de Gênero

Pessoas que trabalham com pessoas para as pessoas

Apresentamos o resumo de Gênero II Cúpula Ibero-Americana “Repensando Cidades dos Direitos da Mulher”, realizado em Aguascalientes entre os dias 23 e 27 de Setembro de 2013.

Este encontro foi possível graças ao trabalho de homens e mulheres que acreditam na igualdade e contou com a participação ativa de mais de 700 pessoas de toda a América Latina.

banner ii cumbre

Nos vemos na III Cumbre Ibero-Americano de Agendas Locais de Gênero!!!

Continue lendo

EL RETO DE GOBERNAR ANTE LA OPINIÓN PÚBLICA: MARKETING PÚBLICO Y COMUNICACIÓN INSTITUCIONAL

O desafio de governar perante a opinião pública: marketing público e comunicação institucional

[vc_row el_position=”first last”] [vc_column width=”2/3″] [vc_column_text el_position=”first”]

Ciclo de pós-graduação CIGOB

Descripción

Este curso surge como resposta à necessidade de formação de autoridades e diretores públicos ibero-americanos na área da comunicação institucional e na vinculação que necessariamente têm as administrações na sua tarefa diária com a questão da informação na opinião pública.

uimp1O curso oferece noções básicas sobre o Marketing Público, Comunicação Institucional ou corporativa e criação de opinião pública, proporcionado aos participantes conhecimentos, ferramentas e habilidades necessárias para o desenvolvimento das suas funções nos diferentes âmbitos de trabalho e desenvolvimento local.

[/vc_column_text] [vc_column_text]

Objetivos do Curso

  • Fornecer conhecimentos teóricos e práticos sobre a comunicação como o núcleo de desenvolvimento organizacional.
  • Desenvolver os conceitos de Comunicação Organização e Responsáveis ​​de informação.
  • Conhecer as mudanças no comportamento social e política, a influência da Internet e da opinião pública.
  • Estudar a comunicação no centro do desenvolvimento organizacional

[/vc_column_text] [vc_button title=”Matricule-se” href=”http://www.pga.uimpgranada.es/catalogo/90″ color=”btn-info” size=”btn-large” icon=”none” target=”_blank”] [vc_column_text el_position=”last”]

cigobuimp

[/vc_column_text] [/vc_column] [vc_column el_class=”Palestrante” width=”1/3″] [vc_column_text el_position=”first”]

Atividade acadêmica ministrada pela professora UIM

[/vc_column_text] [vc_single_image title=”Susana Reina López” image=”1176″ img_size=”220×200″ img_link_target=”_self”] [vc_column_text el_position=”last”]

Psicóloga venezuelana, formada pela Universidade Católica Andrés Bello. Mestre em Gestão de Empresas, Menção de Marketing da Universidade Del Zulia. Coach Ontológica empresarial pelo Newfield Consulting. Ex-diretora da Fundação José Félix Ribas e do Instituto Zuliano de Estudos de Política Econômica e Social (IZEPES). Lecionou pela LUZ, CIED PDVSA, URBE, UG, UAC.

[/vc_column_text] [/vc_column] [/vc_row]

Tarefas do lar tiram tempo de estudo de meninas, aponta pesquisa

Quase 40% das meninas brasileiras discordam que são tão inteligentes quanto os meninos. E mais de 10% delas não se orgulha e nem se sente feliz por ser menina. Os dados são da ONG britânica Plan International, que entrevistou 1.948 meninas de seis a 14 anos nas cinco regiões do Brasil. O estudo mostra que as garotas se enxergam de modo diferente dos meninos –e que são tratadas de maneira desigual por suas famílias.

Continue lendo

Veja os principais desafios da mulher desde o nascimento

Dezesseis milhões de adolescentes mulheres têm filhos a cada ano. Na Somália, 98% das mulheres e meninas sofrem mutilação genital. Na África subsaariana, houve um grande aumento no número de meninas que frequentam as escolas, segundo a Unesco.

Estes são alguns dos desafios das 3,5 bilhões de mulheres no mundo atual. Confira acima no gráfico da BBC Brasil os números e os fatos sobre as mulheres no mundo de hoje.

Fonte: BBC Brasil

Projeto leva ensino da cultura africana para escola quilombola no MA

Falta de dinheiro dificulta permanência de quilombolas na universidade

As dificuldades para concluir a formação básica nas comunidades quilombolas na área rural de Codó, no interior no Maranhão, são muitas. Deixar o ensino médio e ingressar no ensino superior, é mais difícil ainda. O Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) e as cotas sociais e raciais facilitam o acesso à universidade, mas, para o jovem quilombola, mais uma barreira surge quando vai para a cidade estudar: a falta condições financeiras para se manter.

Continue lendo

Cursos IAB 2014

Qualifique-se

Para trabalhadores das indústrias do setor plástico, químico, farmacêutico e adubo
Curso com 440 horas, com abrangência em Matemática, Estatística, Metrologia, Química, Hidráulica, Pneumática, Qualidade, Cosméticos, Liderança, Petróleo, Polímeros, Transformação de Plásticos e Segurança do Trabalho.
Faça já sua inscrição e garanta sua vaga

 

O curso de Qualificação profissional coordenado pelo IAB forma Operadores de produção e processo para trabalhar nas industrias químicas, plásticas, farmacêuticas e de adubos.

É ministrado desde o ano de 2009.

Neste ano de 2014, o curso terá início dia 17 de fevereiro e terminará em 29 de agosto.

As aulas serão ministradas na Rua Nunes Machado 316.

A formalização da matrícula será efetuada no primeiro dia de aula.

Os professores são todos qualificados e avaliados a cada ano, no sentido de melhorar seu desempenho.

No segundo semestre teremos outros cursos:

  • Ajustes de máquinas  – 15 de setembro a 10 de outubro.
  • Eletricidade  –  13 a 24 de outubro.
  • Tintas –  27 de outubro a 07 de novembro.

Os alunos recebem certificado das disciplinas cursadas.

Alfredinho apresenta projeto para estimular empreendedores negros

Na segunda-feira, 5 de agosto de 2013, na Câmara Municipal de São Paulo foi palco do lançamento do Programa Brasil Afroempreededor, parceria efetivada entre o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas), IAB (Instituto Adolpho Bauer de Curitiba), Ceabra SP (Coletivo de Empresários e Empreendedores Negros de São Paulo) e ANCEABRA (Associação Nacional dos Coletivos de Afroempreendedores). O projeto prevê na primeira fase atingir 12 estados e beneficiar 1200 afroempreededores e empreendedoras, com investimentos financeiros de até R$ 5 milhões de reais.

A proposta é que o projeto seja desenvolvido em três etapas: levantamento e publicação de dados sobre os empreendedores afrobrasileiros, com a seleção e capacitação da equipe do projeto; formação de redes de apoio e realização de 12 seminários estaduais; e, por fim, monitoramento e disseminação da iniciativa.

Continue lendo

Seminário Desafios da Interlocução Federativa para o Planejamento Plurianual

Seminário discutirá cooperação federativa para planejamento

O seminário é uma parceria entre o Ministério do Planejamento e o Ipea e está aberto a todos os servidores públicos

Brasília, 10/10/2013 – A Secretaria de Planejamento e Investimentos Estratégicos do Ministério do Planejamento (SPI/MP) em parceria com o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) realizarão, na próxima quarta-feira (16) o Seminário Desafios da Interlocução Federativa para o Planejamento Plurianual,  das 9h as 18h30, no auditório do Banco Central do Brasil, em Brasília.

O seminário promoverá a troca de experiências estaduais de elaboração, gestão e monitoramento do PPA, para traçar um panorama geral e um balanço crítico sobre a atividade de planejamento governamental no Brasil, etapa preparatória para próximo ciclo de Planos Plurianuais (2016-2019).

Continue lendo

Curso online

Programa de Desenvolvimento Sustentável em Administrações Locais

4 de novembro ao 1 de dezembro de 2013
Atividade virtual

Inscreva-se aquiEste curso OnLine proporciona os conhecimentos, habilidades e atitudes necessárias para que os participantes aprendam planificar e colocar em prática um programa de desenvolvimento sustentável em administrações locais, relacionando aspectos econômicos, socioculturais e ambientais.

O programa conta com 4 módulos perfeitamente estruturados para que em 01 mês os e as aluno/as adquiram os conhecimentos necessários para entender e trabalhar na base ao desenvolvimento sustentável local. Para beneficio dos/das interessado/as, a Empresa Marwen Ingenieria e a UIMTEC oferecem bolsas de 25% (vagas limitadas).

Continue lendo