Postado porJoão Carlos Nogueira

Convite Lançamento do Livro

“Desenvolvimento e Empreededorismo Afro-brasileiro: Desafios históricos e perspectivas para o século 21”,

publicação do projeto Brasil Afroempreendedor.

Dia 13 de fevereiro de 2014, 11h30
Salão nobre da Câmara Municpal de São Paulo
(viaduto jacareí, 100 – 8º andar)

Lançamento do livro Desenvolvimento e Empreendedorismo Afro-brasileiro

[vc_row el_position=”first”] [vc_column] [vc_column_text el_position=”first last”]

Um importante instrumento na profunda mudança da realidade brasileira

A equipe do Projeto Brasil Afroempreendedor tem a satisfação de comunicar para todas as pessoas dedicadas à promoção da igualdade racial no Brasil o lançamento virtual do livro Desenvolvimento e Empreendedorismo Afro-brasileiro. Esta é mais uma ação do projeto que visa a contribuir para o fortalecimento dos empreendimentos afro-brasileiros no País. O livro apresenta artigos de especialistas em empreendedorismo, desenvolvimento e na questão racial e servirá para instrumentalizar os 1,2 mil empreendedores que participarão das iniciativas de capacitação desenvolvidas pelo projeto a partir de fevereiro de 2014. A versão virtual do livro, que pode ser lida ou baixada no site do Instituto Adolpho Bauer (IAB), antecede a versão impressa, que estará disponível para os participantes dos seminários e para os parceiros do projeto a partir de fevereiro.

Continue lendo

Empreendedorismo como estratégia de inclusão social

Na última década, entre os anos de 2003 e 2013, houve uma mudança visível no tratamento das relações raciais por parte da sociedade e do Estado brasileiros

A partir do reconhecimento da importância do tema, buscou-se construir uma agenda positiva para promover políticas públicas de igualdade racial. Esta é sem dúvida uma importante conquista do movimento negro contemporâneo que, no século XX, pautou a sociedade e o Estado sobre as desigualdades sociais e econômicas que atingiam majoritariamente a população negra brasileira.

Ao longo da década, iniciativas importantes foram anunciadas, como a criação da Secretaria de Políticas para a Promoção da Igualdade Racial (SEPPIR/PR), em 2003; a Lei 10.639/03, que instituiu na educação as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-Brasileira e Africana; a Política Nacional Quilombola, para atender às milhares de Comunidades Remanescentes de Quilombos; as Políticas de Ações Afirmativas, com destaque para as políticas de cotas nas universidades públicas e privadas, via Prouni, e a aprovação definitiva do Estatuto da Igualdade Racial, que consolidou como matéria jurídica vários direitos constitucionais nas áreas do trabalho, saúde, educação, cultura e inovou em temas cruciais para debelar o racismo institucional enraizado nas estruturas de Estado, nas empresas públicas e privadas e, evidentemente, nas mentalidades de parte da sociedade.

Continue lendo

Lançamento PBAE

Desafios na Agenda do Desenvolvimento

Estamos vivendo um momento singular no processo de desenvolvimento brasileiro. Ele se caracteriza pela intensificação de um sentido de desenvolvimento econômico diretamente associado ao desenvolvimento social e humano. Este tripé do processo de desenvolvimento (econômico, social e humano) é marcado, por sua vez, por uma característica muito própria, que é a sua indissociabilidade. É sabido que as concepções políticas e estratégicas, quando compreendidas como metas de governo e efetivadas a partir de pactos com a sociedade, podem garantir resultados práticos, como maior igualdade social, econômica e com distribuição de renda.

Continue lendo