Brasil Afroempreendedor firma termos de cooperação no Amapá

A abertura do seminário estadual do projeto Brasil Afroempreendedor em Macapá (AP) serviu como oportunidade para presenciar a capacidade de mobilização dos empreendedores do estado. Com camisetas do projeto, os participantes, jovens e mulheres empreendedoras na maioria, ouviram com atenção os discursos dos integrantes da mesa de abertura e da palestrante da manhã desta quinta-feira, a consultora do SEBRAE/AP Anésia Nunes. Na palestra “Desenvolvimento e o papel das microempresas no estado do Amapá”, Anésia destacou a relação entre a juventude e o desenvolvimento, considerada fundamental para o incremento das iniciativas empreendedoras no estado.

Além da palestra, os participantes presenciaram a assinatura de dois termos de cooperação técnica entre representantes do projeto e de órgãos públicos do estado e do município. O primeiro foi assinado pelo presidente do Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (IMPROIM), Jorge Alberto de Araújo Souza. O segundo formalizou a relação entre o projeto e o Polo Universitário Equador, vinculado à Secretaria Estadual de Educação, assinado pela coordenadora Lucila de Nazaré Rodrigues de Moraes. Ambos preveem apoio à realização de atividades do Brasil Afroempreendedor no estado. A manhã desta quinta também foi reservada para o lançamento do livro “Desenvolvimento e Empreendedorismo Afro-brasileiro”.

Participaram da mesa de abertura Jorge Alberto de Souza, presidente do Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (IMPROIR), que também representou o prefeito da cidade do Macapá, Neucirene Almeida, secretária estadual de Políticas para Afrodescendentes (SEAFRO), que representou o governador do estado, Jaezer Dantas, representante da deputada federal Dalva Figueiredo, Maria Angela Machado, do SEBRAE Nacional, Elisângela Ramos, da Superintendência do SEBRAE/AP, Sílvia Farias, representante do SESC/AP, Carlos Piru, representante dos Afroempreendedores do Amapá, Gilberto da Silva, representante do Comitê Estadual do projeto Brasil Afroempreendedor, Adilton de Paula, coordenador do Instituto Adolpho Bauer e Coordenador Institucional do projeto Brasil Afroempreendedor, e Jorge Maciel, representante do Gabinete Social da Prefeitura de Macapá.

O seminário estadual do Amapá será realizado até esta sexta-feira, no auditório do SESC/AP. A parte da tarde é reservada à apresentação detalhada do projeto aos empreendedores pelo Coordenador Institucional Adilton de Paula, e à palestra temática sobre elaboração de planos de negócios, feita pelo consultor do SEBRAE Nacional, Antônio Thobias. Também haverá relatos de casos de sucesso de empreendedores negros e negras do Amapá. Na sexta pela manhã o Coordenador Executivo do projeto, João Carlos Nogueira, abordará o tema Organização dos negócios, Fontes de fomento e financiamento. À tarde, a consultora técnica do SEBRAE/AP, Socorro Duarte, falará aos presentes sobre

Administração e controle financeiro do negócio, Gestão de tempo e Gestão de recursos. Ao final dos dois dias de atividade, os afroempreendedores receberão orientações para a continuidade na participação das atividades do projeto e confirmarão os compromissos com a iniciativa.
Compartilhe!

Deixe o seu comentário, queremos ouvir você