Afroempreendedorismo, eu apoio essa ideia!

Uma iniciativa fundamental para promover o desenvolvimento social e econômico do Brasil, junto a microempresas e empreendedores individuais afro-brasileiros.

Ricardo Gebrim fala sobre plebiscito popular para reforma política no Brasil

Esta semana, 400 organizações da sociedade estão mobilizadas para a realização de um plebiscito popular por uma constituinte exclusiva e soberana do sistema político. Para falar sobre a campanha que acontece em todo o País, Heródoto conversou com o advogado Ricardo Gebrim, dirigente da consulta popular e membro da Coordenação Nacional da Campanha pelo Plebiscito.

Programa de Desenvolvimento Acadêmico Abdias Nascimento

Projetos Conjuntos de Pesquisa entre Instituições Brasileiras e Estrangeiras com modalidades de Graduação Sanduíche e Doutorado Sanduíche

OBJETIVOS

  •  incrementar o intercâmbio acadêmico entre Instituições de pesquisa;
  • proporcionar a realização, por parte de discentes e docentes de Instituições de Ensino Superior (IES) brasileiras, de atividades de pesquisa, de desenvolvimento tecnológico e de inovação com parceiros de IES no exterior;
  • possibilitar que discentes e docentes das IES, com larga experiência em pesquisa e inovação na área de tecnologia assistiva (TA), participem de atividades de ensino, de pesquisa, de desenvolvimento tecnológico e de inovação em universidades brasileiras e do exterior;
  • atender, preferencialmente, a candidatos autodeclarados pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades e super dotação, conforme dispõe a Portaria MEC nº 1.129, de 17 de novembro de 2013.

Continue lendo

Quilombolas Rio do Macaco

Incra publica relatório da comunidade quilombola de Rio dos Macacos (BA)

Documento foi divulgado no Diário Oficial da União desta segunda-feira (25/8)

O Diário Oficial da União desta segunda-feira (25/8) traz a publicação do Relatório Técnico de Identificação e Delimitação (RTID) da comunidade quilombola de Rio dos Macacos, localizada nos municípios de Simões Filho e Salvador, na Bahia. O trabalho técnico identificou o território em uma área de 301,3 hectares dos quais 104 serão destinados à regularização fundiária às 67 famílias remanescentes de quilombo da região.

Continue lendo

Qualifiplast 2014

O curso de Qualificação profissional coordenado pelo IAB forma Operadores de produção e processo para trabalhar nas industrias químicas, plásticas, farmacêuticas e de adubos. É ministrado desde o ano de 2009 e neste ano de 2014, o segundo semestre do curso terá início dia 25 de agosto e terminará em 07 de novembro.

As aulas serão ministradas na Rua Nunes Machado 316 e os professores são todos qualificados e avaliados a cada ano, no sentido de melhorar seu desempenho.

CRONOGRAMA CURSOS STIQFEPAR

Horário: 8:00-12:00   ou 18:00 -22:00

Inscrições abertas para todos os módulos.

Módulo Período
Liderança 25 a 29 de agosto
Manutenção Básica 15 de setembro a 10 de outubro
Eletricidade 11 a 24 de outubro
Tintas 27 de outubro a 07 de novembro

Brancos e negros se beneficiam da diminuição da desigualdade

Por que ainda somos racistas? Embora o número de negros ultrapasse o número de brancos, segundo Censo 2010, o racismo ainda é um dos males que mais prejudica a população negra no Brasil. A pesquisa Participação, Democracia e Racismo,  do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) divulgada em 2013, apontou que, a cada três assassinatos no País, dois vitimam negros. Quando se fala em cotas raciais, então, a polêmica é ainda maior. Será que existem pessoas que, como em séculos passados, ainda se beneficiam do racismo?

Continue lendo

A capital do Acre, Rio Branco recebe ciclo de palestras sobre cultura afro-brasileira

O Acre é o primeiro estado a receber o Ciclo de palestras Conheça Mais Cultura: Afro-brasileira, Nosso Patrimônio.

A palestra Políticas Culturais para a Cultura Afro-brasileira abre a série de encontros da terceira edição do Conheça Mais Cultura: Afro-brasileira, Nosso Patrimônio, em Rio Branco/AC, no próximo dia 22 de agosto. O debate tem como objetivo reforçar a necessidade de preservação da cultura negra brasileira.

Continue lendo

Carta aos Afroempreendedores do Projeto Brasil Afroempreendedor

Caros amigos/as,

Como sempre seguimos firmes na luta contra o racismo e a discriminação racial no Brasil. Como já sabíamos desde cedo, lutar contra o racismo fortalecendo o afroempreendedorismo não seria e não será uma luta fácil, no entanto, estamos muito felizes com os passos dados. Nosso projeto hoje já está implantado em 12 estados brasileiros e mais de 1000 pessoas confiaram em nós e se juntaram a nossa proposta. Aos poucos a REDE BRASIL DE AFROEMPREENDEDORES irá se tornar uma força Nacional e uma nova realidade.

Continue lendo

VI Cúpula BRICS – Declaração de Fortaleza

Reunidos da VI Cúpula do BRICS, Chefes de Estado e de Governo do Brasil, da Rússia, da Índia, da China e da África do Sul aprovaram a “Declaração de Fortaleza” e o “Plano de ação de Fortaleza”

15/07/2014 – VI Cúpula do BRICS

1. Nós, os líderes da República Federativa do Brasil, da Federação Russa, da República da Índia, da República Popular da China e da República da África do Sul, reunimo-nos em Fortaleza, Brasil, em 15 de julho de 2014 na VI Cúpula do BRICS. Para inaugurar o segundo ciclo de Cúpulas do BRICS, o tema escolhido para as nossas discussões foi “Crescimento Inclusivo: Soluções Sustentáveis”, condizente com as políticas macroeconômicas e sociais inclusivas implementadas pelos nossos governos e com o imperativo de enfrentar desafios à humanidade postos pela necessidade de se alcançar simultaneamente crescimento, inclusão, proteção e preservação.

Continue lendo

II Semana de Municipalismo Ibero Americano, Economia e Desenvolvimento Sustentável

Em outubro o municipalismo americano reflete na Argentina

Junte-se à Semana Ibero-americana de Municipalismo
5 ao 10 de outubro

A União Ibero-Americana de Municipalistas (UIM), juntamente com a Secretaria-Geral da Cúpula Ibero-Americana de Chefes de Estado (SEGIB), a Câmara dos Deputados da Argentina e o Legislativo Provincial de San Juan, entre outros parceiros, realizará em San Juan e Buenos Aires a II SEMANA DO MUNICIPALISMO IBERO AMERICANO.

Continue lendo

Encontro Em São Paulo reúne empreendedores afro-brasileiros e afro-americanos

Mais de 50 pessoas, entre elas 35 empreendedores do projeto Brasil Afroempreendedor, participaram da palestra “A utilização das redes sociais e as possibilidades de negócios entre empreendedores afro-brasileiros e afro-americanos”, feita por Kumi Rauf, empreendedor negro dos Estados Unidos que esteve em São Paulo na quarta-feira, 11 de junho. O encontro aconteceu no plenário Teotônio Vilela, na Assembléia Legislativa de São Paulo. Rauf é o criador do I Love being Black (Eu Amo ser Negro/a), marca de vestuário e acessórios que imprime a mensagem positiva em várias peças de comunicação, como camisas, pulseiras e calendários. Sua página do Facebook tem mais de seis milhões de usuários, sendo a maior fanpage sobre o tema na rede social.

Continue lendo

Empreendedores afro-brasileiros da Paraíba discutem acesso a crédito

Os afroempreendedores da Paraíba tiveram o primeiro contato com o projeto Brasil Afroempreendedor nesta terça-feira, 3, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), em João Pessoa. A atividade na Paraíba substituiu o seminário estadual, transferido para agosto deste ano. O mesmo já havia acontecido com o seminário do Paraná, realizado na semana que passou. Com as transferências, as inscrições para os seminários continuam abertas e podem ser feitas aqui no site do IAB.

Continue lendo

Projeto Brasil Afroempreendedor na Paraíba

Nesta terça-feira, 3, o projeto Brasil Afroempreendedor realiza atividade na Paraíba com vistas à preparação do seminário estadual que acontecerá em agosto. As inscrições para o projeto continuam abertas, e devem ser feitas no aqui no site do Instituto Adolpho Bauer (IAB). A Paraíba tem mais de 200 mil empreendedores afro-brasileiros, conforme a pesquisa do SEBRAE  divulgada no ano passado.

Continue lendo

Seminário reúne empreendedores e parceiros no Paraná

O seminário preparatório ao seminário estadual do Paraná permitiu que os empreendedores negros e negras do estado tivessem o primeiro contato com o projeto Brasil Afroempreendedor e as possibilidades de fortalecimento de seus negócios. Em função do pequeno número de empreendedores inscritos, a coordenação do projeto optou por uma formatação diferente, com apresentação do projeto aos participantes, contato com apoiadores do projeto e com informações sobre possibilidades de fomento e financiamento, além das primeiras indicações sobre a construção da Rede Nacional de Afroempreendedores.

Continue lendo

Projeto Brasil Afroempreendedor tem seminário preparatório no Paraná

Neste dia 29 de maio, quinta-feira, o projeto Brasil Afroempreendedor realizará seminário preparatório ao seminário estadual, que foi transferido para agosto, em Curitiba (PR). A transferência de data deve-se ao número de participantes inscritos, que não atingiu a meta para a realização da atividade, conforme previsto inicialmente. O mesmo acontecerá com o seminário da Paraíba, também transferido para agosto, e com seminário preparatório marcado para o dia 3 de junho. A atividade de Curitiba está mantida para o auditório do Ministério Público do Estado do Paraná (Rua Marechal Hermes, 751, Centro Cívico – Curitiba), entre 8h30min e 18h. Com a transferência de datas, as inscrições para participar do seminário e do projeto no Paraná e na Paraíba continuam abertas, e devem ser feitas no site aqui .

Continue lendo

Parcerias fortalecem o afroempreendedorismo em Goiás

O seminário estadual do projeto Brasil Afroempreendedor em Goiás, encerrado na sexta (23), reuniu empreendedores e órgãos de fomento em parcerias que prometem alavancar as iniciativas de desenvolvimento no estado. Os participantes do seminário, de várias cadeias produtivas, principalmente moda, estética e de serviços, tiveram a oportunidade de ouvir palestras sobre iniciativas de fomento e financiamento. Tratativas foram encaminhadas para estabelecer programas de capacitação com os afroempreendedores goianos. O saldo dos dois dias de seminário é considerado extremamente positivo, pela qualidade das propostas apresentadas.

Continue lendo

Propostas de financiamento e trocas de experiência mobilizam empreendedores em Goiás

A variedade das experiências culturais e de empreendedorismo afro-brasileiro foi destaque na abertura do seminário estadual do projeto Brasil Afroempreendedor em Goiás. Quilombolas da comunidade Kalunga, a maior comunidade de remanescentes de quilombo do Brasil, jovens empreendedores, empresas de advocacia e de estética constituíram um mosaico que é o retrato da diversidade no estado. Todas essas experiências foram somadas para dar à abertura do seminário um perfil diferente das edições anteriores, com muita troca de experiências em vários campos de atividade. O seminário acontece até esta sexta-feira no Auditório 1, Área 2, da PUC de Goiás. Logo após a abertura, os participantes acompanharam a apresentação do projeto e o lançamento do livro “Desenvolvimento e Empreendedorismo Afro-brasileiro”.

Continue lendo

Projeto Brasil Afroempreendedor – Baixada Santista

Projeto do Instituto Adolpho Bauer em parceria com o Núcleo de Apoio e Valorização de Empreendedores da Associação de Alunos e Ex-Alunos da Unisantos.

A Associação de ex-alunos da Unisantos, em parceira com o Instituto Adolpho Bauer, promove o 1º encontro para afro empreendedores de Santos, que faz parte da programação da Rede Brasil Afro empreendedor. Neste evento estarão presentes empresários da região, autoridades políticas e de movimentos negros da Baixada Santista que discutirão assuntos relevantes sobre a evolução histórica do negro no Brasil, as contribuições do negro para a Economia Brasileira e sua inserção no mundo do empresariado.

Continue lendo

Discriminação é Crime!

Denuncie a discriminação

Saiba o que fazer em caso de discriminação por raça, cor, etnia, religião ou origem.

1.º Ligue para o 190

Caso esteja ocorrendo uma agressão verbal ou física, ligue imediatamente para a polícia.

2.º Registre o Boletim de Ocorrência

Em seguida, faça o registro do fato na delegacia, através de Boletim de Ocorrência (B.O.), pelo crime de injúria racial (art. 140, §3º do Código Penal) ou racismo (artigos 3.º a 20.º da Lei 7716/89).

ATENÇÃO: Os crimes acima não são processados em Juizados Especiais Criminais (Jecrim), portanto, exija a instauração de Inquérito Policial. O Termo Circunstanciado (com designação de audiência preliminar) não resolve nesses casos.

É possível indicar e/ou apresentar provas para sustentar o Boletim de Ocorrência (testemunha, gravações, documentos – qualquer tipo de prova lícita).

3.º Exija que a discriminação como causa do crime conste no B.O.

Em caso de ocorrência de outros crimes (como homicídio, lesão corporal, etc) que tenham como causa o preconceito, exija que tal circunstância conste no Boletim de Ocorrência, para que as provas colhidas na investigação também possam caracterizar o fato. (Ex: destruição de imagens religiosas no local do crime, termos racistas utilizados pelo investigado no momento do crime, etc).

4.º Procure o Ministério Público

Se mesmo seguindo essas orientações, você perceber que houve imprecisão no registro do B.O. (descrição errada do crime, ausência de produção de provas de eventual preconceito como causa do crime, ou encaminhamento para o Jecrim), entre em contato com o Nupier (Núcleo de Promoção da Igualdade Étnico-Racial do Ministério Público do Paraná), que poderá solicitar providências junto à Promotoria de Justiça específica. O Núcleo fica na Avenida Marechal Deodoro, 1028, 9.º Andar, Centro, Curitiba. O telefone de contato é o (41) 3250-4905.

A cor do dinheiro

Apesar do fosso econômico que separa os negros do restante da população, muitos deles já conseguiram romper as barreiras do preconceito e cresceram na cena empresarial

Na quarta-feira 14, a direção do jornal The New York Times reuniu a equipe para comunicar a nomeação do premiado jornalista Dean Baquet para o posto de editor-executivo. Trata-se de um dos cargos de maior prestígio em um dos cinco jornais mais influentes do planeta. Um detalhe, porém, chamou a atenção de todos. Baquet é o primeiro jornalista negro a assumir a função nos 163 anos da empresa. Se em um país que desde a década de 1970 adota políticas de ação afirmativa os afrodescendentes ainda são minoria nos centros de poder político-empresarial (apesar de o presidente Barack Obama ser negro), imagine o que acontece no Brasil, onde esse debate é recente e no qual, mesmo depois de 126 anos da abolição formal da escravatura, as estatísticas mostram um profundo viés discriminatório, especialmente do ponto de vista econômico.

Continue lendo

Seminário do Amapá tem assinatura de termos de cooperação e iniciativas de financiamento.

O seminário do Amapá trouxe mais parceiros para o projeto Brasil Afroempreendedor. Aos dois termos de cooperação assinados no primeiro dia, com o Instituto Municipal de Políticas de Promoção da Igualdade Racial (IMPROIM) e o Polo Universitário Equador, vinculado à Secretaria Estadual de Educação, juntaram-se a participações da Agência de Fomento do Amapá (AFAP) e Amapá Solidário (Amasol). As duas instituições oferecem produtos complementares. A primeira, para quem não é formalizado, com recursos no valor de R$ 100,00 a R$ 6 mil com a finalidade de estruturar negócios. A segunda, com financiamento no valor entre R$ 6.001,00 e 12 mil reais, para dar andamento a empreendimentos formalizados. Neste caso, podem participar empresas (com CNPJ) ou microempreendedores individuais (MEIs). Além desses, a Caixa Econômica Federal deu seguimento às suas ações de apoio, inauguradas no seminário do Rio Grande do Sul, através do programa CRESCER, que também visa ao financiamento de micro e pequenos empreendimentos, com condições favoráveis de pagamento a negócios desses portes.

Continue lendo

Brasil Afroempreendedor firma termos de cooperação no Amapá

A abertura do seminário estadual do projeto Brasil Afroempreendedor em Macapá (AP) serviu como oportunidade para presenciar a capacidade de mobilização dos empreendedores do estado. Com camisetas do projeto, os participantes, jovens e mulheres empreendedoras na maioria, ouviram com atenção os discursos dos integrantes da mesa de abertura e da palestrante da manhã desta quinta-feira, a consultora do SEBRAE/AP Anésia Nunes. Na palestra “Desenvolvimento e o papel das microempresas no estado do Amapá”, Anésia destacou a relação entre a juventude e o desenvolvimento, considerada fundamental para o incremento das iniciativas empreendedoras no estado.

Continue lendo