Projeto oferece capacitação a empreendedores afro-brasileiros (Foto: Luiz França / CMSP)

São Paulo inaugura série de seminários do projeto Brasil Afroempreendedor

Qualidade da participação dos empreendedores marca atividade

O Projeto Brasil Afroempreendedor deu a largada na série de 12 seminários estaduais de formação e capacitação de afroempreendedores em São Paulo, nos dias 13, quinta, e 14, sexta. O seminário foi dividido em dois momentos, com abertura na Câmara Municipal de São Paulo e atividades de capacitação e qualificação na Escola de Sociologia e Política, em São Paulo. Duzentos e cinco afroempreendedores se inscreveram para a atividade. Cerca de 60 empreendedores participaram da atividade durante os dois dias.

Compuseram as mesas da manhã do seminário de São Paulo o secretário de Promoção da Igualdade Racial de São Paulo, Netinho de Paula, a secretária adjunta Matilde Ribeiro, a deputada estadual Leci Brandão (PC do B/SP) e o representante da presidência da Câmara Municipal e do gabinete do vereador Alfredinho (PT/SP). Também participaram Maria Angela Machado, pelo SEBRAE Nacional, Sérgio Cerrada, em nome da Superintendência do SEBRAE de São Paulo, o diretor do Instituto Adolpho Bauer (IAB), Luiz Antonio, o presidente do CEABRA de São Paulo, João Carlos Martins, instituições executoras do projeto, e os coordenadores Institucional do Projeto Brasil Afroempreendedor, Adilton de Paula, e Executivo, João Carlos Nogueira. A palestra magna, na abertura do seminário, foi proferida por Eliane Barbosa, doutora em Economia pela FGV, com o tema “Desenvolvimento Econômico do Afroempreendedor”.

A qualidade da participação dos afroempreendedores e dos palestrantes foi destaque nesse primeiro seminário do projeto. Ao serem convidados a falar sobre seus empreendimentos, os empreendedores revelaram trajetórias de vida que se confundem com as próprias histórias dos empreendimentos. Além disso, ficou claro o desejo dos empreendedores de se incorporar à ideia do projeto, participando da rede de empreendedores que o Brasil Afroempreendedor pretende fortalecer e através dela consolidar seus negócios. Em breve, postaremos no site vídeos sobre o seminário, com as atividades e depoimentos dos empreendedores.

Os seminários são parte decisiva do Projeto Brasil Afroempreendedor, quando se reúnem os empreendedores selecionados para participar de dois dias de palestras e discussões. Após os seminários, os empreendedores terão acompanhamento dos consultores estaduais do projeto durante 15 meses, com participação em cursos on-line ministrados pelo SEBRAE, desenvolvimento de planos de negócios, conhecimentos de gestão e de possibilidades de acesso a linhas de crédito. Além disso, os afroempreendedores serão peça fundamental para a construção da rede de empreendedores e para a formulação de políticas públicas nessa área.

O seminário foi dividido em dois momentos: a abertura, de que participaram afroempreendedores, autoridades e movimentos e entidades da sociedade civil, e a formação propriamente dita, apenas com os afroempreendedores selecionados no estado. A parte da tarde do primeiro dia, após a abertura, foi dedicada à apresentação do projeto aos afroempreendedores, a palestras e a relatos de casos de sucesso de afroempreendedorismo. O segundo dia foi dedicado às oficinas temáticas. Pela manhã, os afroempreendedores foram divididos em quatro grupos, com palestras sobre administração e controle financeiro do negócio, gestão de tempo e de recursos, dicas para elaboração de planos de negócios, construção de cenários de sucesso e análise de mercado. À tarde, divididos em dois grupos, foi a vez de ouvirem palestras sobre fontes de fomento e financiamento e liderança e competitividade no sucesso do negócio.

O próximo seminário estadual acontece nesta semana, no Maranhão, nos dias 20, quinta, e 21, sexta. No mês de março, ocorrem os seminários de Santa Catarina, nos dias 13 e 14, Rio Grande do Sul, nos dias 20 e 21, e Rio de Janeiro, nos dias 27 e 28. Os seminários estendem-se até maio deste ano. O projeto será realizado até 2015. Veja o cronograma dos seminários:

  • Maranhão: 20 e 21 de fevereiro de 2014
  • Santa Catarina: 13 e 14 de março de 2014
  • Rio Grande do Sul: 20 e 21 de março de 2014
  • Rio de Janeiro: 27 e 28 de março de 2014
  • Minas Gerais: 3 e 4 de abril de 2014
  • Bahia: 10 e 11 de abril de 2014
  • Pernambuco: 15 e 16 de abril de 2014
  • Paraíba: 24 e 25 de abril de 2014
  • Paraná: 8 e 9 de maio de 2014
  • Amapá: 15 e 16 de maio de 2014
Compartilhe!

Um comentário, add yours.

Ubaldina Moreira Correia

Aguardo ansiosamente por esse momento aqui no Maranhão. Um país construído pela desigualdade, agora ministrar capacitação para empreendedores negros e afro- descendentes é realmente uma utopia transformada em realidade.

Deixe o seu comentário, queremos ouvir você