Tag archive: violência contra as mulheres

25 de novembro Dia Internacional da não-Violência contra a Mulher

O dia 25 de novembro de 1960 ficou conhecida por conta do maior ato de violência cometida contra mulheres. As irmãs dominicanas Pátria, Minerva, e Maria Teresa, conhecidas como “Las Mariposas”, que lutavam por soluções para problemas sociais de seu país foram perseguidas diversas vezes e presas até serem brutalmente assassinadas.

Continue lendo

Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres

Nós convidamos você a se juntar a nós na organização nacional e local de “eventos laranja” entre 25 de novembro e 10 de dezembro, criando uma visão simbólica de um futuro brilhante e positivo, em que o mundo é livre da violência contra as mulheres e meninas.

Pinte o mundo de laranja conosco por meio de iniciativas criativas e visíveis como: projetar luzes de cor laranja em monumentos de sua cidade, organizar paradas ou desfiles laranja, “alaranjar” os eventos esportivos das escolas, amarrar fitas laranja onde quer que seja permitido, colocar balões laranja em sua sala de reuniões ou soltá-los em um evento em um parque, decorar de laranja os transportes públicos das cidades ou os centros de vilas e aldeias.

Mostre sua iniciativa a seus familiares, amigos e parceiros e convide-os a participar. Aproveite para aumentar a sensibilização e a atenção do mundo em relação à pandemia global da violência contra as mulheres e meninas e apresentar soluções para por fim a esta triste realidade.

JUNTE-SE A NÓS NESTA INICIATIVA E PINTE O MUNDO DE LARANJA!

[mlw_quizmaster quiz=1]

Combate a Violência Contras as Mulheres e Promoção da Igualdade de Gênero e Raça

UnifemEm sintonia com o Plano do Milênio das Nações Unidas, e com a necessidade da valorização das Mulheres, o Instituto Adolpho Bauer se junta campanha da UNIFEM de Combate a Violência Contra as Mulheres e Adolescentes e as políticas de Promoção da Igualdade Racial do PNUD.

Nosso objetivo é de realizar cursos, eventos, campanhas e programas de formação de lideranças que combatam as violências e promovam as igualdades.

Entendemos que não há desenvolvimento e justiça social, sem valorizar as mulheres e sem promover a justiça e a igualdade de gênero e raça.

Continue lendo