Sem categoria

Mulheres ainda precisam lutar contra preconceito

Busquemos um jeitinho de sermos mais alegres, mas dessa vez de verdade.

Segunda-feira fez exatamente um ano que a auxiliar de serviços gerais, mulher, mãe, negra, dona de casa, esposa, carioca, favelada e brasileira, Claudia Silva Ferreira foi assassinada e teve seu corpo arrastado ao longo de uma via, como que na reprodução  dos piores suplícios da idade das trevas.

Continue lendo